Grupo Hospitalar Conceição ancora
logo
instagram facebook twitter youtube busca privacidade
menu
12.11.2019 CIDADANIA

GHC recebe a quarta edio do Colquio sobre Aborto Legal no RS

O encontro destacou a importncia do acesso informao sobre aborto
files/img.ptg.2.1.01.19591.jpg
Na mesa de abertura, Luciana Campos, Francisco Paz, Gislaine Silva, Camila Giugliani e Camila Henn.
files/img.ptg.2.1.02.19591.jpg
Especialistas dos sete hospitais do Rio Grande do Sul que atualmente realizam o procedimento de aborto legal formaram a mesa-redonda Servios de Aborto Legal no RS - Avanos e Desafios.
files/img.ptg.2.1.03.19591.jpg
Evento lotou o Auditrio Jahyr Boeira de Almeida.

Na manh dessa segunda-feira, 11 de novembro, foi realizado no Auditrio Jahyr Boeira de Almeida, no Centro Administrativo GHC, o 4 Colquio sobre Aborto Legal no Rio Grande do Sul - Comunicao e (In)Formao", que teve como foco discutir sobre questes relacionadas ao aborto legal.

A mesa de abertura contou com a presena do diretor tcnico do GHC, Francisco Paz, da representante da Secretaria Municipal da Sade de Porto Alegre Luciana Campos, da representante da Secretaria da Sade do Estado do Rio Grande do Sul Gislaine Silva, da psicloga do GHC Camila Henn e da mdica de famlia e comunidade do Hospital de Clnicas e professora de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Camila Giugliani.

A representante da Secretaria da Sade Municipal Luciana Campos destacou a importncia de discutir sobre a sade feminina e agradeceu s idealizadoras por insistirem nesse projeto que chegou ao seu quarto ano. A representante da Secretaria da Sade do Estado Gislane Silva ressaltou o tema do quarto colquio e discorreu sobre programas sociais criados pelo governo do estado, como o Guia de Atendimento em Sade s Pessoas em Situao de Violncia Sexual, que est em sua segunda edio. O diretor tcnico do GHC, Francisco Paz, declarou que o Grupo Conceio vem qualificando suas equipes para garantir o acesso s mulheres que necessitam de atendimento do ponto de vista do aborto legal. A professora universitria Camila Giugliani enfatizou que um dos motivos da existncia do colquio por que o aborto uma das principais causas de mortalidade materna no Brasil e no mundo. A psicloga Camila Henn, que fez parte da comisso organizadora, salientou que fundamental discutir sobre o assunto, revelando que aprendeu muito ao longo dos trs anos de colquio, o que transformou muito sua forma de enxergar a temtica. Camila Henn tambm ressaltou o contedo do quarto colquio, declarando que acesso informao , sem dvida, um meio de promoo de cidadania.

Especialistas dos sete hospitais do Rio Grande do Sul que atualmente realizam o procedimento de aborto legal formaram a mesa-redonda Servios de Aborto Legal no RS - Avanos e Desafios, que respondeu questes com inteno de esclarecer o pblico sobre o assunto. O Hospital Nossa Senhora da Conceio foi representado pelo mdico ginecologista Cludio Campelo, o Hospital Fmina pela psicloga Flvia Scheffer, o Hospital Materno Infantil Presidente Vargas pela psicloga Angela Ruschel, o Hospital Geral de Caxias do Sul pela mdica ginecologista e obstetra Sonia Madi, o Hospital de Clnicas de Porto Alegre pelo mdico ginecologista e obstetra Ivan Montenegro, o Hospital Ulbra de Canoas pelo mdico ginecologista e obstetra Victor Volkweis e o Hospital Universitrio Miguel Riet de Rio Grande pela mdica ginecologista e obstetra Tnia Fonseca. Foi a primeira vez que representantes dos sete hospitais estiveram presentes no colquio.

Ainda pela manh, o evento seguiu com a palestra do mdico ginecologista e obstetra Anibal Fandes, da UNICAMP, que falou sobre a Preveno do abortamento inseguro: sensibilizao dos profissionais.

tarde, as atividades iniciaram com uma performance artstica do grupo Tulipa Coletiva de Dana. Aps, uma nova mesa-redonda foi formada. Estiveram presentes, o enfermeiro do HF Gregrio Patuzzi, a residente do GHC Mardia Estevam e a mdica ginecologista do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas Sandra Scalco. O tema abordado foi a "Formao de profissionais no atendimento ao aborto legal".

O encontro foi finalizado com um ciclo de palestras Comunicao e acesso informao como garantia de direitos, que foi ministrado pela psicloga Marina Lemos, do Centro de Atendimento de Semiliberdade, a jornalista Clarissa Barreto e a advogada Sandra Lia Bazzo.

Creditos: Marcus Oliveira