Grupo Hospitalar Conceição

1. Acessibilidade e Mobilidade

A Comissão Especial de Políticas de Promoção da Acessibilidade e da Mobilidade do GHC (CEPPAM/GHC) trabalha na perspectiva de que é necessário implementar políticas e diretrizes que promovam a inclusão social e profissional das pessoas que possuem algum tipo de deficiência. facilitando o seu dia-a-dia nos hospitais do Grupo, como por exemplo, criação de rampas para a melhoria dos acessos. Adaptação de estruturas arquitetônicas e das formas de comunicação e informação direcionados para portadores de necessidades especiais. A Comissão é composta por trabalhadores do GHC e representantes de organização das pessoas portadoras de deficiências.

Contato:
Site: www.ghc.com.br/portalrh/
E-mail: participacaocidada@ghc.com.br
Telefones: 51 32551769


2. Conselhos

- Conselho de Administração: houve ampliação na sua composição, incluindo a participação do secretário Estadual da Saúde, do secretário Municipal da Saúde e do presidente do Conselho Estadual da Saúde. Também foi incluído um representante dos trabalhadores, escolhido por eleição direta.

- Plano de Investimentos (PI): experiência inédita do país, na qual os trabalhadores do GHC eleitos e representantes da população e do Conselho Gestor escolhem as prioridades de compra de equipamentos e materiais. O Plano de Investimentos é estruturado a partir do Fórum dos Trabalhadores.

- Conselho Gestor: foi instituído com a função de planejar, controlar, fiscalizar e avaliar as ações e serviços implementados pelo Grupo. É composto por 50% de representantes de usuários, 25% de representantes de trabalhadores de saúde e 25% de representantes da administração pública, como os gestores estadual e municipal da saúde.

Contato:
Site: www.ghc.com.br/portalrh/
E-mail: participacaocidada@ghc.com.br
Telefones: 51 32551769


3. Núcleo de Assistência Espiritual

A assistência espiritual compõe a integralidade da atenção e a humanização do atendimento, conforme prevêem as diretrizes do SUS. Compreende o acompanhamento dos trabalhadores, usuários dos serviços e seus familiares, com ações de atendimento individual e coletivo nos espaços inter-religiosos de cada unidade hospitalar, bem como a visitação ao leito de usuários internados.

A partir de 2001, foi constituído o Fórum Ecumênico, reunindo fundamentalmente igrejas cristãs. A partir de 2007, o Fórum foi aberto para outras denominações religiosas. Dois representantes de cada denominação religiosa compõem sua coordenação, juntamente com um representante da instituição, que se reúnem mensalmente para debater e encaminhar questões de assistência espiritual, como celebrações, visitas, encontros e cursos para visitadores. Religiosos que desejem visitar um paciente específico terão acesso somente nos horários de visitas pré-estabelecidos, de acordo com as Normas de Visitação dos Hospitais do GHC, devendo prestar assistência apenas ao paciente que solicitou a visita.

Contato:
Site: www.ghc.com.br/portalrh/
E-mail: participacaocidada@ghc.com.br
Telefones: 51 32551769


4. Igualdade Racial

Na temática de raça e etnia, foi criada a Comissão Especial de Promoção de Políticas de Igualdade Racial (CEPPIR-GHC). A CEPPIR tem, entre seus objetivos, conscientizar e dar visibilidade aos trabalhadores e usuários do GHC e à sociedade em geral sobre as condições político-sociais da população afro-brasileira em nosso país, no sentido de garantir a inclusão e a igualdade social. A CEPPIR realiza seminários, capacitação de pessoal, debates e reflexões sobre as políticas públicas de saúde destinadas à população negra, como o acesso ao tratamento da anemia falciforme. Também foi da CEPPIR a iniciativa de homenagear João Cândido, o “Almirante Negro” com um monumento e a denominação do largo da entrada principal do Hospital Conceição.

Contato:
Site: www.ghc.com.br/portalrh/
E-mail: participacaocidada@ghc.com.br
Telefones: 51 32551769


5. Igualdade de Gênero

A Comissão Especial de Políticas de Promoção da Igualdade de Gênero do GHC tem como objetivo construir, junto com as trabalhadoras, a igualdade e a eqüidade de gênero no Grupo, considerando todas as diversidades como de raça e etnia, faixa etária e orientação sexual, a partir do pressuposto que mulheres são plurais e as políticas propostas devem levar em consideração todas as diferenças existentes entre elas. O GHC conta com cerca de sete mil funcionários, sendo que 72% são mulheres.


6. Inclusão Social e Geração de Renda

O Grupo Hospitalar Conceição (GHC) participa de projetos e programas do Governo Federal, em parceria com os ministérios da Educação, Trabalho e Emprego, Planejamento, orçamento e gestão e instituições sociais. São iniciativas voltadas para as áreas de ensino e economia solidária, têm como principal objetivo promover a inclusão social, garantindo geração de emprego e renda, inserção no mercado de trabalho, dignidade e cidadania para a população assistida.
Iniciativas como o Programa Jovem Aprendiz (em parceria com a Escola Mesuita, Senac e Centro Social Marista), Primeiro Emprego (em parceria com a Escola Mesquita, de Porto Alegre) destinados a jovens em situação e vulnerabilidade social, Ensino de Jovens e Adultos (EJA) , para funcionários do GHC e a parceria com a organização Guaiy, voltada para a inclusão de mulheres costureiras do Morro da Tuca e detentas do Presídio Madre Peltier, que confeccionam todo o enxolval para os hospitais do Grupo, como lençóis, tolalhas de banho e jalecos, demonstram o esforço do GHC no sentido de estimular e valorizar a potencialidade de grupos populacionais na perspectiva do crescimento e desenvolvimento da dignidade e da inserção social.
Desta forma, no contexto do trabalho institucional, ocorre a construção de perspectivas de futuro e oportunidades reais para a atual geração de jovens, adolescentes, mulheres e trabalhadores, especialmente os que enfrentam situações de vulnerabilidade social.


7. Jovem Aprendiz

Conforme a Lei da Aprendizagem 10.097/2000, as diretrizes do Decreto 5.598/2005 e a portaria MTE 723/2012, o Grupo Hospitalar Conceição desenvolve o Programa de Aprendizagem Profissional em parceria com a Escola Técnica José César de Mesquita em cursos de Aprendizagem Profissional em nível de Formação Inicial com carga horária de 500 horas/aula teóricas e 500 horas/aula práticas nos cursos de Assistente Administrativo, Atendente de Nutrição e Auxiliar de Manutenção Elétrica e Eletrônica.

Para participar do programa, são observados, na seleção, critérios de vulnerabilidade social, como renda familiar, jovens vítimas ou vitimizadores de violências, fatores étnicos, priorizando os afro-descendentes, questões de gênero, jovens mães e pais e jovens com defasagem de escolaridade idade/série, além de oriundos da Rede Social e de Serviços do Grupo Hospitalar Conceição.

Visando ações estruturadas de qualificação profissional, articuladas com a formação para a vida, o programa valoriza conteúdos específicos da formação profissional e transversal para o exercício da cidadania, contribuindo com o jovem através da construção de saberes e, no processo de construção do seu papel de protagonista frente aos desafios da vida, envolvendo a geração de renda, através do pagamento de meio salário mínimo e direitos sociais como vale-transporte, vale-refeição, FGTS e Previdência Social.

Contato:
Site: www.ghc.com.br/portalrh/
E-mail: participacaocidada@ghc.com.br
Telefones: 51 32551769


8. Plano de Investimentos (PI)

Prática inovadora no país, implantada a partir de 2003 como modelo de gestão democrática e participativa, envolvendo os trabalhadores do GHC e representantes da população no processo de montagem do orçamento e na definição dos recursos previstos para investimentos. Trata-se de uma experiência inédita no país. O Plano de Investimentos (PI) integra a política desenvolvida pelo Ministério da Saúde, na qual a participação da sociedade nas decisões da gestão é estimulada e considerada fundamental para melhoria da qualidade e humanização dos serviços prestados à população, agregando legitimidade às ações, promovendo a inclusão dos trabalhadores e da população nos processos decisórios e, com isso, instituir a co-responsabilidade na gestão e fortalecer a cidadania. Os trabalhadores delegados do PI, que são eleitos democraticamente por seus pares, junto com os representantes da população, indicados pelo Conselho Gestor e os representantes dos gestores do GHC, constituem o Fórum do PI.

Informações e contato: pi@ghc.com.br
Fone: 51 3255-1693


9. Participação Cidadã

O Centro de Resultados Participação Cidadã está lotado na Gerência de Recursos Humanos do Grupo Hospitalar Conceição e tem como missão propor e desenvolver políticas afirmativas de inclusão social, fortalecendo a cidadania de trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde no GHC.
A Participação Cidadã realiza ações de educação permanente por meio de comissões temáticas internas, estabelecendo parcerias com instituições públicas e da sociedade civil organizada com ênfase em saúde pública, buscando excelência e eficácia dos serviços prestados. Implementa, também, em conjunto com o Programa Jovem Aprendiz, Plano de Investimentos, comissões especiais (CEPPIR, CEPPAM, CEGÊNERO), Coral GHC e Coordenação de Direitos Humanos do GHC, as diretrizes básicas do SUS relacionadas à formação e promoção da saúde, conforme política adotada pelo Governo Federal. Essas políticas afirmativas e inclusivas garantem os direitos de trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde, promovendo sua cidadania.
Contato:
Site: www.ghc.com.br/portalrh/
E-mail: participacaocidada@ghc.com.br
Telefones: 51 32551769


10. Mesa Permanente de Negociação

A Mesa Setorial Permanente de Negociação do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) é um canal de diálogo privilegiado entre os gestores e os trabalhadores e tem como objetivo intermediar e deliberar sobre impasses e situações não previstas nas questões referentes à política de pessoal da instituição. Por meio da Mesa, foram obtidas conquistas históricas para os trabalhadores do GHC, como, por exemplo, ser a primeira empresa pública no Brasil a instituir a licença-maternidade de seis meses. A Mesa Setorial Permanente de Negociação do GHC é composta por 28 membros, dos quais 14 são representantes do Grupo Conceição e 14 dos sindicatos de entidades representativas dos trabalhadores da instituição.